A idéia do Blog é disponibilizar a arte de forma plena e livre, com dicas de filmes, documentários, arte contemporânea, música, curtas ,artigos, literatura e outras manifestações artísticas.
Tudo pode ser baixado, basta que o leitor tenha o programa VUZE instalado, que pode ser encontrado em sites de downloads de programas. Para que o filme carregue a legenda automaticamente, tanto o arquivo do filme quanto da legenda (.srt) devem ter o mesmo nome.Importante deixar bem claro que todos os torrents de Download disponibilizados pelo CINE ROCK CLUBE já estavam disponíveis na rede, nenhum foi criado pelo Blog. O uso de qualquer material baixado não poderá ser usado para fins comerciais. O CINE ROCK CLUBE não se responsabiliza pelo uso final dado por seus leitores.

sexta-feira, 15 de março de 2013

DOC - A Vida de Bertolt Brecht - 2006


Documentário do diretor e escritor Joachim Lang que apresenta a vida de Bertolt Brecht através de filmagens, fotos, documentos e depoimento de parentes, amigos e conhecidos, que falam sobre seu trabalho, seus amores e sua vida inclusive nos diversos exílios. 

Produzido a partir de uma grande pesquisa, o filme procurar mostrar Brecht em seus diversos aspectos; uma figura complexa e contraditória, além de grande poeta e dramaturgo. 


O longa pula os detalhes biográficos de sua infância e juventude se fixando mais na sua carreira e suas ideias políticas. Conta também com o depoimento de duas de suas filhas, já idosas, assim como depoimentos de vários de seus atores no grupo teatral em Berlim.

Brecht era uma figura complexa e contraditória e o assunto não chega a se esgotar. Joachim Lang traça um retrato apaixonante de Brecht, a partir de raras imagens de arquivo e entrevistas.



Jimmy Page & The Black Crowes - Jones Beach, Wantagh - July 2000

Registro dessa brilhante banda realizado em 10 de julho de 2010 em parceria  com o grande mestre Jimmy Page.

O DVD é recheado de sucessos do Led Zeppelin assim como músicas de outros monstros da música como Muddy Waters, e dos grupos Fleetwood Mac e The Yardbirds, banda dos primórdios de Eric Clapton.

A única coisa negativa desse brilhante material é a qualidade da gravação do áudio, achei o som um tanto quanto abafado.

Set List:
  1. Celebration Day (Led Zeppelin cover)
  2. The Wanton Song (Led Zeppelin cover)
  3. Misty Mountain Hop (Led Zeppelin cover)
  4. Hots on for Nowhere (Led Zeppelin cover)
  5. No Speak No Slave
  6. Sick Again (Led Zeppelin cover)
  7. What Is and What Should Never Be (Led Zeppelin cover)
  8. Horsehead
  9. Oh Well (Fleetwood Mac cover)
  10. Ten Years Gone(Led Zeppelin cover)
  11. In My Time of Dying (Led Zeppelin cover)
  12. Can't Be Satisfied (Muddy Waters cover)
  13. Your Time Is Gonna Come (Led Zeppelin cover)
  14. Remedy
  15. The Lemon Song (Led Zeppelin cover)
  16. In the Light (Led Zeppelin cover)
  17. Shapes of Things (The Yardbirds cover)
  18. Nobody's Fault But Mine (Led Zeppelin cover)
  19. Heartbreaker (Led Zeppelin cover)
  20. Bring It on Home (Sonny Boy Williamson cover)
  21. She Talks to Angels
  22. Out on the Tiles (Led Zeppelin cover)
  23. Whole Lotta Love (Led Zeppelin cover)    


CD do dia - Jane's Addiction - The Great Escape Artist - 2011 ‎

O "The Great Escape Artist" é o quarto disco de estúdio da banda californiana Jane's Addiction lançado em 2011, pela Capitol Records, e recheado com 10 faixas bem bacanas.
O álbum foi o primeiro trabalho lançado pelo grupo desde o reencontro da galera em 2008.
O som desse disco é muito mais melódico e simples que os anteriores.

Disco bem honesto e que vale uma conferida.

Faixas:
01- Underground
02- End To The Lies
03- Curiosity Kills
04- Irresistible Force (Met The Immovable Object)
05- I'll Hit You Back
06-Twisted Tales
07- Ultimate Reason
08- Splash A Little Water On It
09- Broken People
10- Words Right Out Of My Mouth

Formação:
Perry Farrell – vocal
Dave Navarro – guitarra e Teclados (Faixas 1, 3, 5-10)
Stephen Perkins – bateria e percussão
David Andrew Sitek – guitarra base (1-6, 8-10), Teclados (1, 3 5, 6-9), Programação musical (1, 3, 5-10), guitarra rítmica (2-4, 6, 8, 9)
Chris Chaney – baixo

Dica de filme - Olhos Azuis - 2009

Filme nacional de 2009 do diretor José Joffily que descreve o sofrimento do brasileiro Nonato (Irandhir Santos),junto ao controle de imigração americano no aeroporto JFK chefiado pelo oficial Marshall (David Rasche). 

O filme é uma excelente crítica à xenofobia, que se acentuou depois do ataque de 11 de setembro nos Estados Unidos. 

Prestes a se aposentar, em seu último dia de trabalho no aeroporto, Marshall aterroriza um casal de poetas argentinos, um grupo de hondurenhos lutadores de tae-kwon-do, uma Cubana e por último inferniza o brasileiro. 

Quando Marshall cai em si e se arrepende das barbaridades que fez, viaja para o Brasil para dar apoio a filha e a família de Nonato. 
Nesse período conhece a prostituta Bia (Cristina Lago), que também lhe presta serviços de guia local. 

José Joffily desenvolveu um roteiro impecável nessa mistura de filme brasileiro com americano que lhe rendeu o prêmio de melhor filme no II Festival de Paulínia. 

Recomendado.
Download (legenda embutida no torrent)

A arte de Teil Duncan

Teil Duncan é uma artista da Georgia que além de ser super talentosa é uma tremenda gata.

Duncan trabalha no estúdio de Arte Contemporânea Redux, em Charleston - Carolina do Sul, e suas influências e inspirações vem das pessoas e dos locais que conhece.

A artista utiliza aquarelas, acrílicos, e principalmente óleos em suas obras e com temas simples como animais e pessoas. 

Teil explora ao máximo o uso de cores e efeitos de luz em seus projetos, algo que assume ter enorme fascínio.

Confira abaixo um pouco do trabalho dessa gata e para maiores informações visite o site da artista: http://teilduncan.com/bio






ANIMAÇÃO - PAPERMAN - 2012

Animação dirigida por John Kahrs e Kristina Reed que conta a história de um homem solitário em Nova York que tem a vida modificada após conhecer uma linda mulher na estação de trem quando seguia para seu trabalho pela manhã.

O homem ao se distrair por alguns instantes perde o contato com a mulher quando a mesma entra no vagão e parte em silêncio. 
Depois de alguns dias, por acaso, o homem a reencontra no prédio em frente a sua janela do trabalho. 
Começa então seu plano para uma nova aproximação.

O curta Paperman da Disney, de aproximadamente 6 minutos, levou o Oscar de melhor curta de animação de 2013 . 
O projeto conta com uma mistura de animação computadorizada e desenhos feitos à mão que se complementam de forma simples e brilhante. 
A trilha sonora foi produzida por Christophe Beck.

Muito legal esse curta.
video